Compiz + Kubuntu e Bordas no KDE

Uso continuamente o Compiz Fusion. Gosto de frescuras no Desktop. Seja para trabalho ou lazer, o Compiz Fusion está sempre ativado. No Kubuntu, contudo, reparei umas bordas esquisitas ao redor dos menus, inclusive do K Menu. A screenshot abaixo exemplifica.

compiz-kubuntu2.png

A forma mais simples que encontrei para resolver este problema foi desativando as sombras para este tipo de menu. É simples, basta executar o Sistema de Configuração do Compiz (CCSM) e na opção Effects -> Decoração de Janela mudar a opção Shadow Windows para any !dock. Observe a imagem abaixo.

compiz-kubuntu12.png

Vaio VGN C260E e Kubuntu 7.10

A pouco mais de 1 ano comprei um novo notebook. Mais um Sony Vaio. Desta vez, o modelo VGN C260E. Porque mais um Sony Vaio? Porque é o melhor. Bonito, elegante, alta qualidade, sem comentários. Para acessar a página de suporte da Sony para este modelo, clique aqui. Comprei no MercadoLivre, com o vendedor EletronicaNet. Aliás, foi uma negociação tranqüila, trata-se de uma loja, que vendeu, inclusive, com nota fiscal. Na época, o comprei por 3.999,99 reais. Mas vejo que já é possível comprá-lo, na mão do mesmo vendedor, por até 3.000,00 reais.

Notebook VGN C260E

Trata-se de um ótimo notebook. Nunca tive problemas. É muito rápido, a tela tem um brilho muito bom, provavelmente devido à tecnologia XBRITE-ECO. As cores são muito vivas, fortes, chama a atenção! O desempenho é de dar inveja a muitos desktops. Os 2GB de memória fazem a diferença, e o processador Intel Core 2 Duo é extremamente silencioso e eficiente. Nunca tive problemas com gargalos, mesmo rodando diversas aplicações Java com o Compiz-Fusion ativado. As especificações fornecidas pela Sony, para esta notebook, são:

– Processador Intel Core 2 Duo T5600 – 1.83GHz.
– Memória Cache L2 2MB Advanced Smart Cache
– Memória Principal – DDR2 2GB PC2-4200
– Disco Rígido – Serial ATA 160GB 5400rpm
– Driver de CDRW/DVDRW
– Expansão para leitura de cardão MMC, SD e outros tantos.
– Áudio – Não especifica exatamente. Só diz “Windows Compatible”.
– Display – 13.3″ resolucão máxima 1280×800. Tecnologia XBRITE- ECO WXGALCD.
– Placa de vídeo – Intel Graphics Media Accelerator 950. 224MB. Chipset Intel 945GM.
– Rede Ethernet.
– Modem Integrated V92/V.90
– Rede Wireless – Intel PRO / Wireless 3945ABG Network Connection
– Acompanhado de um Windows Vista (blergh)

Deixei o Gentoo. Já usei Slackware, que, aliás, foi minha primeira distribuição. Resolvi mudar para avaliar outras distros, ver se acho uma que atenda mais ao meu gosto. Pensei no Fedora. Cheguei a acessar o site deles, mas a única opção para download era uma imagem de DVD. Eu estava com pressa, não podia aguardar mais de 6 horas para iniciar a instalação. Resolvi testar, mais uma vez, o Kubuntu.

Mais uma vez, porque eu já tinha instalado e usado por cerca de 4 meses, até que removi e voltei ao Gentoo. Motivo: o Kubuntu tinha sido o único Linux que desde que comecei a usar esse S.O., há cerca de 10 anos, conseguiu travar uma máquina de forma similar ao Windows. Porque tentar o Kubuntu de novo? Apesar disto, eu tinha gostado. Era fácil de usar, intuitivo, etc. Talvez tivesse sido só a versão de algum pacote que criou todo o problema!

Notebook com Kubuntu

Baixei o Kubuntu 7.10, direto do site http://www.kubuntu.org, através do Mirror da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A parte interessante do Kubuntu é sua instalação através de um LiveCD, o que lhe permite acessar a Internet enquanto o programa de instalação faz seu trabalho.

Ao chegar à opção de particionamento de disco, você deve perceber que existe uma partição “oculta”, com formato NTFS. Trata-se da área na qual a Sony armazena o Recovery do Windows Vista. Minha sugestão? Não apague esta partição. Por mais que você abomine o Windows, lembre-se que um dia você pode vir a vender seu notebook e nem todos gostam de usar Linux, logo…

Alguns periféricos e programas funcionaram sem necessidade de intervenção, digamos, manual. São eles:

  • Placa Wireless: perfeitamente. Desde o início ela é detectada sem problemas. Mas observe que o Kubuntu usa um driver sem suporte nativo do projeto;
  • Placa de Som: perfeitamente. Som em boa altura, sem distorções;
  • Placa de vídeo: A instalação coloca o driver intel. Mudei para i840 e ficou melhor, aparentemente;
  • Placa Ethernet: aparentemente, sim. Ainda não testei, pois só uso wireless :);
  • Conexões USB: perfeitamente. Reconhece sem problemas os pendrives;
  • Modem: não testei, ainda.

Vale destacar também que as opções de Suspend e Hibernate funcionaram bem. Para falar a verdade, foi a primeira vez que vi estas funções trabalhando tão bem. Já havia tentado no Slackware e no Gentoo, mas sem sucesso.

Gostou da screenshot acima? Nela você pode ver o AWN Manager, funcionando como um docker similar ao do OS X. A decoração das janelas fica a cargo do Compiz-Fusion com o gerenciador Emerald, usando o tema Mac4Lin. O papel de parede você pode obter no Deviantart, mais especificamente neste link. O tema de ícones é o Buuf.

Quanto aos softwares? Até o momento, o Firefox funciona normalmente com os plugins para Java, MPlayer e Flash. Eclipse funcionando perfeitamente também. Tudo obtido através do Adept Manager de forma bastante simples.

Veja abaixo a saída do comando lspci para esta máquina:

– Host bridge: Intel Corporation Mobile 945GM/PM/GMS, 943/940GML and 945GT Express Memory Controller Hub (rev 03)
– VGA compatible controller: Intel Corporation Mobile 945GM/GMS, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller (rev 03)
– Display controller: Intel Corporation Mobile 945GM/GMS/GME, 943/940GML Express Integrated Graphics Controller (rev 03)
– Audio device: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller (rev 02)
– PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 1 (rev 02)
– PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 2 (rev 02)
– PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 3 (rev 02)
– PCI bridge: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) PCI Express Port 4 (rev 02)
– USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #1 (rev 02)
– USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #2 (rev 02)
– USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #3 (rev 02)
– USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB UHCI Controller #4 (rev 02)
– USB Controller: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) USB2 EHCI Controller (rev 02)
– PCI bridge: Intel Corporation 82801 Mobile PCI Bridge (rev e2)
– ISA bridge: Intel Corporation 82801GBM (ICH7-M) LPC Interface Bridge (rev 02)
– IDE interface: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) IDE Controller (rev 02)
– IDE interface: Intel Corporation 82801GBM/GHM (ICH7 Family) SATA IDE Controller (rev 02)
– SMBus: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) SMBus Controller (rev 02)
– Ethernet controller: Marvell Technology Group Ltd. 88E8036 PCI-E Fast Ethernet Controller (rev 16)
– Network controller: Intel Corporation PRO/Wireless 3945ABG Network Connection (rev 02)
– CardBus bridge: Texas Instruments PCIxx12 Cardbus Controller
– FireWire (IEEE 1394): Texas Instruments PCIxx12 OHCI Compliant IEEE 1394 Host Controller
– Mass storage controller: Texas Instruments 5-in-1 Multimedia Card Reader (SD/MMC/MS/MS PRO/xD)