Marlonspectiva 2013

E 2013 está acabando. Eu poderia começar essa postagem com algo do tipo “apesar dos pesares”, “até que enfim”… Mas, ao contrário dos pessimistas, prefiro focar minhas energias em ver o lado positivo de tudo, mesmo quando tudo parece estar indo pra merda. Por isso, lhe digo este foi um excelente ano para mim. Sem sacanagem mesmo. Conquistei muitas coisas. Avancei em muitas outras. Deixa eu fazer uma retrospectiva para mostrar para você.

Neste ano, resolvi estudar Programação Neurolinguistica e foi a melhor decisão que tomei em quase toda a minha vida. Noventa e nove por cento do lado bom deste ano é proveniente desta única decisão. Por que? É difícil descrever. A PNL me ensinou muitas técnicas que me ajudaram a vencer problemas, medos e a me fortalecer em momentos complicados. Quer aprender também? Sugiro para você os seguintes livros para iniciar 2014:

O ano de 2013 também foi o que participei pela primeira vez de uma startup. Foi a startup Smartpanda. Apesar de o projeto não ter seguido em frente, posso dizer que me trouxe um monte de aprendizado e bons amigos para a minha convivência: Davi Ricardo, Márcio Vicente, Vicente Machado e Ivo Machado. Valeu brothers! Trabalhar com vocês foi over the top!

Neste ano também comecei um curso de Espanhol e que continuarei em 2014. Estou fazendo no Instituto Cervantes e indico para todo mundo. A metodologia deles é muito bacana, os professores são pessoas excelentes. Cada nível do curso é ministrado por um professor de um país diferente. O primeiro foi por uma brasileira que fala espanhol fluentemente. Faz sentido, já que entramos lá sem saber nada do idioma. Depois, a professora foi uma uruguaia. Depois tem espanhol, argentino, chileno, colombiano e por aí vai. É muito massa, porque você aprende muito sobre a cultura desses países e a forma de falar deles.

Iniciamos em Salvador o GDG Salvador, um grupo de desenvolvedores voltados para as tecnologias do Google. Fui inicialmente contatado pelo Neto Marin, que me chamou para fazer o grupo. Começamos o ano a todo vapor, mas agora no final deu uma parada. Não conseguimos fazer o DevFest e ficamos devendo alguns eventos. Mas estou me programando para em 2014 ficar a todo vapor durante todo o ano!

Também escrevi alguns artigos para a JavaMagazine. Não foi a primeira vez, em outros anos eu já tinha feito isso. Mas em 2013 eu emplaquei meu primeiro artigo de capa, quando escrevi sobre as novidades do Java 8. No total, escrevi 2 artigos, são eles:

Fiquei devendo um artigo sobre as novidades vindouras do Spring Framework, mas foi por um bom motivo, pois tive que me envolver profundamente em um novo projeto, chamado 8Car. Espero que 2014 seja o ano em que vamos decolar. 🙂 Não vou passar muitos detalhes sobre ele agora, quem sabe no futuro vocês ouçam falar sobre ele pela imprensa, hein hein hein!

Como torcedor fanático do Esporte Clube Bahia, não poderia deixar de mencionar a revolução que aconteceu no meu clube do coração. E que em 2014 venha nosso tricampeonato! Cheguei também à marca de 80 cervejas diferentes! Aliás, eu já bebi mais do que isso. hehehe. Mas das garrafas que eu coleciono, cheguei a esse número em 26 de dezembro. Olha só como está minha coleção nessa foto. Também comprei um carro novo! Depois de 10 anos com o mesmo carro, agora tenho um Peugeot 207. E estou gostando pacas dele.

Ah! Não poderia esquecer do artigo que enviei pro SBSI 2013 e que foi premiado como melhor artigo da categoria. Chique, né não? Eu nunca imaginaria isso. Até mesmo porque, eu não tinha nenhuma intenção de enviar um artigo para lá, foi o pessoal do trabalho, especialmente Viviane Malheiros, que deu a ideia e apoiou. Valeu! Assim que eu enviei o artigo, olha o que postei no Twitter.

E depois, quando eu fiquei sabendo da premiação, quando postei no Facebook direto de João Pessoa na Paraíba:

Esse ano também ganhei um cachorro de presente. Aliás, uma cadela. E muito doida. Muito doida mesmo. hehe. Já destruiu metade da casa, sem nenhum exagero. Sofá, cama, almofadas, sandálias, roupas, controle remoto, telefone… tudo isso já foi vítima da fúria de Mel, a Destruidora. Conheçam ela na foto abaixo. E não se enganem com a pose de criança inofensiva dela.

E a Copa das Confederações? Eu fui, oras pois. Claro. Como fã declarado de futebol, tinha que ir. Aliás, fui para todos os jogos na Arena Fonte Nova do Bahia. Aliás, que puta estádio hein? Está lindão. Já me disseram que os europeus são muito mais organizados, limpos, bem estruturados e bem acabados. Mas como frequentador de estádios nível Brasil, ainda fico surpreso com pouco.

2013 também foi o ano do Rock in Rio! E conheci duas bandas de minha adolescência: Iron Maiden e Slayer. Só achei o som meio esquisito, talvez o lugar que eu estava não tenha ajudado muito. Mas valeu a pena ver os caras ao vivo. Na mesma viagem, também conheci o Maracanã. Fomos eu e meu irmão lá ver o Bahia brocar o Foguinho por 2×1, de virada, e com gol de Obina Melhor que Etoo!

Este também foi um ano de muitas viagens. Conheci novos estados e cidades. Deixa eu relembrar aqui as viagens que fiz em 2013:

  • Fui para Porto Alegre, pelo Serpro, para uma reunião do Expresso.
  • Fui para São Paulo, para a Campus Party.
  • Voltei para São Paulo, para a reunião dos líderes de GDG da América Latina.
  • Fui de férias para Natal no Rio Grande do Norte.
  • Fui para João Pessoa, na Paraíba, para o SBSI 2013.
  • Fui para Brasília, para uma reunião de trabalho.
  • Fui para Florianópolis, para ministrar um curso de Android.
  • Fui para o Rio de Janeiro, para ver o Bahia no Maracanã e o Rock in Rio.

Olha só, vou terminar esse post agora, mas não significa que não atualizarei ele depois. É que simplesmente esqueci das outras coisas! Vou ali abrir uma cerveja pra refrescar a memória!